Palmeirense funcionária da ONU participa da Tribuna Popular

por Camila Schimitt última modificação 02/07/2019 16h53
Germana Dalberto ingressou na ONU em 2015, através de concurso público, e realiza trabalho de apoio a países afetados por problemas econômicos e sociais.
Palmeirense funcionária da ONU participa da Tribuna Popular

“O poder feminino é solidário e fraterno que se constrói a partir do compartilhamento com a outra, do empoderamento da outra!”

A participação da mulher no meio político foi um dos temas abordados na Sessão Ordinária dessa segunda-feira (1º), que contou com a explanação da funcionária da Organização das Nações Unidas (ONU), a palmeirense Germana Dalberto.

Durante sua fala, ela destacou a importância da mulher assumir os locais de poder para que a sociedade seja, de fato, mais igualitária. “As mulheres estão sendo puxadas para trás, sobretudo pelos homens, porque eles não querem ceder as suas cadeiras para as mulheres. Enquanto não houver essa troca, vocês aqui nessa Câmara decidirem que vocês vão ter que sair para que as mulheres entrem, isso não vai acontecer. É preciso mais Eles por Elas”, categorizou Dalberto.

Germana foi a primeira jovem intercambista do Rotary Clube de Palmeira das Missões. Começou suas atividades na Organização das Nações Unidas (ONU) em 2015 e o primeiro país que serviu foi na Libéria, no oeste africano, local vivenciou mais de 20 anos de guerra civil. Lá, fez parte do time que liderou a reforma das instituições de justiça e segurança do país. Atualmente, ela desempenha suas funções em Nova York, no Escritório das Nações Unidas para Estado de Direito e Instituições de Segurança do Departamento de Operações de Paz.

Segundo ela, a unidade busca estabelecer o estado de direito e instituições de segurança em países com conflitos, a fim de estabelecer a paz nesses locais. O trabalho é voltado, ainda, para a análise de problemas econômicos e sociais, assistência técnica, estratégica e política, e preparação de relatórios que são apresentados ao Conselho de Segurança da ONU.

Para a o presidente da Casa, Fernando Vilande, é muito importante que Palmeira das Missões tenha uma representante na ONU. “É muito importante que nós tenhamos uma representante de Palmeira das Missões na ONU, e assim, levar o nome da cidade além da suas fronteiras”, afirmou Vilande.

A vice-presidente da Câmara de Vereadores, Karin Uchôa, proponente da Tribuna Popular, agradeceu a participação da jovem e deixou palavras de reconhecimento e carinho. “Palmeira das Missões e essa Casa Legislativo só têm a agradecer. Nos sentimos orgulhosos como mulheres, e como homens também. [...] Que tenhamos muitas Germanas, que nos inspirem, e nos façam sonhar e acredita nos nossos sonhos”, disse Uchôa.

Após os discursos, os vereadores entregaram uma placa à Germana Dalberto pelo trabalho que realiza na Organização das Nações Unidas – ONU.

(Texto e foto: Camila Schmitt/Assessoria de Comunicação Social)

error while rendering plone.comments