Valorização da mulher gaúcha

por Camila Schimitt última modificação 27/06/2019 16h43
MTG definiu a inclusão da mulher no tradicionalismo gaúcho organizado para pautar as discussões da entidade em 2019
Valorização da mulher gaúcha

Vereadores e tradicionalistas do município.

A Sessão Ordinária dessa segunda-feira (24) contou com a presença da representante do Piquete Rincão do Provisório, Maria Arminda Portella, que explanou sobre a participação da mulher gaúcha no tradicionalismo gaúcho organizado.

Em janeiro, o tema "Mulher Gaúcha _ 70 anos de Inclusão no Tradicionalismo Gaúcho Organizado, suas conquistas e participações" foi o mais votado entre as sete opções de assunto para pautar os debates do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) em 2019.

Para Maria Arminda, o MTG foi muito feliz com essa escolha, visto que as gaúchas receberam uma herança cultural muito diversificada e que todas têm a raça da mulher guerreira, que enfrentou lutas e a revolução.

“Engana-se quem pensa que o lugar da mulher gaúcha hoje no movimento é apenas sustentar uma faixa, declamar uma poesia ou participar de uma invernada de dança. Hoje nós temos mulheres na chefia do Movimento do Tradicionalismo Gaúcho, temos mulheres patroas, coordenadoras e conselheiras. [...] Essas mulheres vão, cada vez mais, alcançando o seu lugar”, enfatizou Portella.

Na mesma oportunidade, foi efetuada a entrega de Moção de Aplausos às senhoras Maria Arminda Portella e Thereza Fruet de Souza, e à senhorita Gabriela Sarturi Rigão, representada pelo Coordenador da 17ª Região Tradicionalista, Evandro Otero, em alusão aos 70 anos de inclusão da Mulher no Tradicionalismo Gaúcho Organizado.

(Texto e foto: Camila Schmitt/Assessoria de Comunicação Social)

error while rendering plone.comments